Série, Fortaleza/CE, 2015 – FANOR (Faculdade Nordeste)

A intervenção humana em espaços não urbanos se transforma em um processo de renovação nesse ensaio. Cortar os cabelos e colocá-los na terra como parte da mesma terra nos mostra que as relações natureza-humanidade podem ser saudáveis e complementares, que ao colocarmos pequenos atos ( como cortar cabelo) em salas fechadas, também estamos nos fechando em nós mesmos. Abrir é renovar, sem paredes podemos ver a natureza que nos cerca.

Categoria: Série
Direção: Iago Barreto

Voltar